Elton John – This Train Don’t Stop There Anymore

Um dos maiores ícones pop de todos os tempos teve sua juventude revisitada no videoclipe This Train Don’t Stop There Anymore. Nele, o cantor e ator Justin Timberlake interpreta Elton John em uma releitura dos bastidores de um show nos anos 70.

Elton, com seu visual icônico, não é difícil de ser caracterizado, mas Justin conseguiu humanizar o cantor britânico nas mudanças de estado introspectivo para o comportamento em público. Vale lembrar que isso é ainda mais difícil quando o vídeo é gravado em alta-rotação, já que a música e toda a ação acontece mais rápido para que quando normalizada aos 25 frames por segundo, tudo pareça estar em câmera lenta. Ou seja, ele teve que cantar a música em velocidade acelerada e atuar assim.

A direção coopera para um bom resultado da atuação quando aproxima a câmera nesses momentos de introspecção e assiste como um voyeur à toda a situação. No fim, Elton abre uma porta onde há uma orgia e neve (símbolo para cocaína), mas decide fechá-la e entrar no palco, o que ilustra a letra da música sobre olhar para o passado e reavaliar o presente.

Veja mais clipes de música pop no Música Pavê

Shuffle

Red Hot Chili Peppers - Monarchy of Roses
A banda californiana mais uma vez se inspirou em um artista plástico para um clipe. Dessa vez foi a obra agressiva e controversa de Raymond Pettibon, que cria imagens inspiradas na cultura pop que casam muito bem com o famoso som enérgico e acessível...
Eminem + Sia - Guts Over Fear
Super produção mostra uma história de superação ao narrar um homem perseguindo seu sonho, mas será lembrada como um vídeo em que Sia foi substituída por uma modelo
Miley Cyrus - Dooo It!
Esteja você inteirado ou não da carreira e videografia da cantora, clipe consegue chamar atenção ao explorar mais da sexualidade exagerada em par com a figura infantilizada da artista

Curtiu? Comente!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.