Cinco Discos para Ouvir Antes que Junho Acabe

fernando-temporao-paraiso-discos

O capítulo que trata de 2016 na música tem muito o que falar dos discos lançados nos primeiros meses, com nomes como Beyoncé, Radiohead e Kanye West dominando notícias.

Mas não são apenas os lançamentos “arrasa-quarteirões” que chamaram atenção nesse período. Eis cinco discos lançados entre maio e junho que você não pode deixar de escutar antes que venham mais lançamentos.

##Paraíso

Já conhecíamos a sensibilidade e o apuro musical de Fernando Temporão, que nos deu o maravilhoso De Dentro da Gaveta da Alma da Gente lá atrás em um distante 2013. Ele retorna agora com uma obra nada menos do que surpreendente, que demonstra sua maturidade como compositor e como intérprete, um trabalho muito contemporâneo que parece crescer a cada audição. Imperdível.

##Orgunga

As oito faixas de Orgunga mostram a que Rico Dalasam veio, com uma produção nos trinques e versos rasgados do rapper paulistano, que carrega em si lutas das minorias em uma linguagem jovem e em grande harmonia com as tendências de hoje, seja no som ou no conteúdo. “Relevante” é a palavra.

##The Dreaming Room

A britânica Laura Mvula vai atrás de suas raízes – sejam étnicas ou musicais – em seu segundo álbum. Nele, ela é empoderada como a artista que merece ser, com o amparo de gente como Nile Rodgers e canções que trabalham a musicalidade dita “negra”, sobretudo norte-americana, na música pop das últimas décadas.

##Volition

Se você ainda não conhece Phoria, eis aí a oportunidade certa, já que seu novo disco beira a perfeição de uma obra densa e cheia de significado também em sua sonoridade. No limite entre o que é banda e o que é eletrônico, o grupo inglês faz uma viagem profunda dentro de seus temas e entrega um álbum avassalador, do tipo que você precisa (e quer!) ouvir algumas vezes para entender seus detalhes. Dica: Tire um tempo e fique ouvindo Loss com bons fones.

##Guaiamum

Quem também atropela sentimentalmente o ouvinte é o paulistano Guaiamum em seu álbum de estreia. Suas músicas, com letra ou não (mas principalmente as cantadas), vêm ao encontro de sentimentos que todos carregamos – perda, saudades, medos, esperança – amparadas por sua fluência no violão. Impressiona e emociona.

Curta mais de: Fernando Temporão | Rico Dalasam | Laura Mvula | Guaiamum

Shuffle

Kasabian - stevie
Uma boa história de ficção-científica ilustra esta faixa divertida da banda britânica, mostrando a luta por liberdade de um garoto criado em um laboratório como um experimento
Sobre Adele, Spotify e o Consumo da Música
Decisão da cantora de não disponibilizar 25 nas plataformas de streaming on-line tenta combater a pirataria, mas, por outro lado, afeta a forma com que nos relacionamos com o mercado
Tiago Iorc + Milton Nascimento - Mais Bonito Não Há
Com duas ações paralelas distintas, vídeo co-dirigido por Iorc narra a força das conexões entre pessoas em uma obra cheia de poesia visual para o espectador interpretá-la como puder

Curtiu? Comente!

Comments are closed.

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.

Contato

fale@musicapave.com