Solange – Don’t Touch My Hair / Cranes in the Sky

solange-dont-touch-my-hair

Foram dias bastante agitados para os fãs de Solange, que anunciou que um novo disco (A Seat at the Table) sairia em 30 de setembro (“depois de amanhã”, na ocasião) e logo deu ao público dois videoclipes, ambos co-dirigidos por ela mesma ao lado do marido Alan Ferguson.

Don’t Touch My Hair traz um trabalho todo feito em direção de arte, tanto nos figurinos, quanto nos cenários. Com participação de Sampha, a cantora e um grande número de figurantes são vistos em vários ambientes e cores, com direito a coreografia, equanto a câmera aproxima-se e desaproxima-se.

Cranes in the Sky possui uma proposta semelhante, embora tenha seu próprio ritmo. Nele, a cantora é vista acompanhada apenas de outras mulheres, o que combina com as camadas de voz no refrão. Os quadros aqui são ainda mais bonitos do que no anterior, embora as ações sejam um pouco menos interessantes.

Dois vídeos certeiros para Solange ser o nome mais citado na semana.

Avaliação MP:  4/5 ★★★★☆ 

Avaliação MP:  4/5 ★★★★☆ 

Curta mais de Solange no Música Pavê

Shuffle

Letuce - Freud Sits Here
Sob o ponto de vista de um violão, o videoclipe mergulha na refrescante e libertadora catarse que podemos ter com a música em uma boa ideia em perfeita harmonia com a composição
Pethit + Pimenta
Músico paulistano serviu de modelo para a nova coleção de João Pimenta, em fotos de Gianfranco Briceños que tem tudo a ver com a proposta estética dos clipes e disco do cantor
Meghan Trainor - Dear Future Husband
Com direção de arte bacana e bom humor, vídeo mostra a cantora no que parece uma tentativa de unir conceitos de ontem com os de hoje na dinâmica entre homens e mulheres

Curtiu? Comente!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.