Sixpence None the Richer – Kiss Me

Uma homenagem a um dos mestres do cinema francês ilustrou este que foi um dos maiores sucessos de 1999 por todo o mundo, a balada Kiss Me da banda Sixpence None The Richer.

A banda americana, que até então só era conhecida no cenário gospel, foi até Paris para recriar cenas do filme Uma Mulher para Dois (ou Jules et Jim no original, de 1962), do diretor François Truffaut, um dos precursores da Novelle Vague – um movimento que contribuiu muito à história do cinema com suas inovações na linguagem audiovisual, principalmente na naturalidade da narrativa.

A câmera leve do filme, que acompanha de perto o relacionamento do trio, foi uma boa escolha para dar visualidade a uma canção tão leve e romântica, que sempre soa inocente e juvenil. Ainda assim, o preto e branco e as referências ao cinema europeu não foram o suficiente para Hollywood, que fez com que a banda lançasse outros dois videoclipes (bem insossos), que foram gravados com uma mesma base e em um foram acrescentadas imagens do filme Ela é Demais e no outro, da série Dawson’s Creek.

Colocar os dois vídeos lado a lado é quase injusto. Enquanto o primeiro aproveita a naturalidade e a emoção sincera das referências que carrega, o segundo consegue justamente parecer artificial e frio – principalmente quando comparado com o original. Veja só:

Clipe original

Versão das Trilhas-Sonoras

Shuffle

Curtiu? Comente!

One Comment on “Sixpence None the Richer – Kiss Me

  1. Pingback: Godard + Rolling Stones : Música Pavê

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.

Contato

fale@musicapave.com