Rudimental + John Newman + Alex Clare – “Not Giving In”

Se os filmes baseados em histórias reais já ganharam até Oscar, chegou a vez dos clipes que narram vidas de verdade merecerem destaque: Not Giving In é incrível, seja a trama por trás das filmagens, seja pelas locações, seja pelos “atores”, seja pela música em si.

A historinha é inspirada na vida de um dançarino de break chamado Mouse, amigo do fotógrafo – e agora diretor de clipes – Josh Cole. Aos oito anos, ele foi expulso de casa pelo pai, começou a se envolver em pequenos crimes, mas também conheceu a dança. E foi através dela que ele se tornou famoso na Inglaterra, onde se tornou campeão mundial de break.

Só por isso valeria a pena dar o play aí em baixo. Mas o clipe ainda é bonito, com locações supercuidadas, cheias de detalhes que impressionam e chamam a atenção. O Mouse faz uma participação, como professor do garotinho, que também é conhecido no mundo do break.

Como se tudo isso não fosse o suficiente para te convencer a assistir o clipe (e baixar a música e ficar ouvindo no repeat como eu), o Alex Clare faz uma participação no finzinho. Para morrer de amor!

Avaliação MP:  4/5 ★★★★☆ 

Curta mais de Alex Clare no Música Pavê

Shuffle

O Teatro Mágico – Amanhã… Será?
Trupe entrega aos fãs uma bela produção sobre paz
The Weeknd - Twenty Eight
Com direção do renomado Nabil, o cantor de R&B eletrônico ganhou um videoclipe denso e sombrio que parece não querer contar sua história de uma só vez, de tão intensa que ela é
The Weeknd - The Hills
Um acidente de carro é o ponto de partida para uma obra sombria que sabe acompanhar o clima da faixa e surpreender o espectador aqui e ali, além de poder alongar-se em outros vídeos

Curtiu? Comente!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.