Halsey – Sorry

O conteúdo dramático da faixa Sorry foi explicitado em seu videoclipe, co-dirigido pela própria Halsey em mais uma parceria com Sing J. Lee. Com um figurino que remete às cores do vídeo anterior, Bad at Love, a cantora interpreta a faixa entre fogo, fumaça e até alguns corpos em um plano sequência que registra os momentos seguintes a um grande acidente de carros.

O vídeo acerta em dois grandes quesitos. O primeiro é em situar Halsey no mesmo contexto em que ela já vem sendo apresentada, de um pop mais sincero que não se preocupa em tentar vender uma vida ideal e inalcançável – algo que não combina com o mundo em 2018, quando essa realidade é entendida como utópica. E o outro acerto é o de valorizar a interpretação da artista, que vem se colocando cada vez mais como uma figura com algo emocionalmente impactante a ser dito, daí a eficácia de colocá-la no centro da ação.

Se o clipe, como um todo, convence, cabe ao espectador decidir. É possível que muitos se emocionem, ao mesmo tempo que outros tantos acharão exagero ser necessária uma situação tão trágica para que a protagonista passe pela reflexão que a faixa propõe, sobre não saber ser amada por alguém.

Avaliação MP:  3.5/5 ★★★½☆ 

Curta mais de Halsey no Música Pavê

Shuffle

Lucas Santtana - É Sempre Bom se Lembrar
A solidão paulistana é embalada pela melancólica composição do músico em videoclipe estrelado pela bela atriz Tainá Muller, que vaga pensativa pela metrópole
Christopher Owens - Never Wanna See That Look Again
Músico resgata tradições norte-americanas em seu som e, para ilustrá-lo, escolhe um dos maiores símbolos estadunidenses - o cowboy - para inspirar vídeo em estúdio
Breakbot - Get Lost
Clipe divertidíssimo parece se inspirar no conceito de ritmo da música (principalmente no da eletrônica) e constrói uma única cena vista de pontos de vista diferentes com planos repetidos

Curtiu? Comente!

Comments are closed.

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.

Contato

fale@musicapave.com