G-Eazy + Charlie Puth – Sober

Uma linha narrativa bem estruturada é o que marca o clipe Sober, cujo personagem central – interpretado pelo próprio G-EAZY – vive de forma bem “sem limites”, porém de fácil identificação por muitas pessoas, através de várias décadas enquanto Charlie Puth canta seus versos.

A produção é digna de uma obra pop, e não há o que criticar nessa questão. Os cortes são bem feitos para criar tal linha, quase que de forma natural, desde os anos 1960, quando o personagem trai a mulher em um mundo conservador, até os anos 90, com a ascensão das festas de música eletrônica, onde ele arruma uma briga.

Às vezes, o clipe não deixa explicitamente sua crítica, porém, no fim, mostra exatamente sua proposta: O ser humano tem sempre o potencial para estar no lixo, até literalmente.

Avaliação MP:  4/5 ★★★★☆ 

Shuffle

Curtiu? Comente!

Comments are closed.

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.

Contato

fale@musicapave.com