Coletânea: Principais Indicados ao VMB 2012

Recentemente, a premiação norte-americana VMA (Video Music Awards) ganhou uma coletânea com seus principais indicados por aqui, e agora chegou a vez do VMB 2012 (Video Music Brasil), que vai ao ar no dia 20 de Setembro. Mais uma vez, vamos ajudar vocês, queridos leitores, a ficarem por dentro dos destaques da grande festa. A versão brasileira da premiação será inspirada pela cultura da rua, tendo participação de skatistas, B-boys e muita música. O programa terá quatro horas de duração, com direito a dez shows. Planet Hemp fará uma abertura história no VMB 2012, enquanto os Racionais MCs irão fechar a noite com chave de ouro. Gal Costa, Bonde do Rolê, Agridoce, ConeCrewDiretoria e Emicida são alguns dos outros artistas que irão subir ao palco durante a noite de quinta-feira. Confira os clipes que mais brilharam nas indicações do VMB este ano e se prepare para uma longa premiação.

Gaby AmarantosXirley

Gabriela Amaral dos Santos nasceu no bairro de Jurunas, na periferia de Belém do Pará, e foi coroada a rainha do tecnobrega. Conhecida por usar brincos grandes, roupas chamativas, sapatos altos com leds e vários acessórios coloridos, Gaby Amarantos ficou famosa após lançar a versão brasileira da música Single Ladies, da cantora norte americana Beyoncé, mas foi seu segundo hit, Xirley,   que ajudou a Beyoncé do Pará (apelido conquistado após fama) a conquistar cinco indicações no VMB deste ano. Priscilla Brasil foi quem comandou a direção do vídeo e, segundo ela, o processo de gravação não foi fácil. Os móveis eram todos emprestados, a maioria dos extras eram amigos e as gravações duraram quatro longos dias. Mas algo positivo saiu de todo aquele “caos” visível durante o clipe: ele ajudou a caracterizar o tecnobrega encontrado nas músicas de Gaby.  Se inspirando na cantora, Priscilla criou um cenário divertido, alegre e colorido, podendo assim contar através de uma parodia a história sobre como a cantora chegou à fama. O vídeo foi feito em planos de longa duração emendados, tentando sempre mudar o cenário, o figurino e outros elementos em volta, uma direção que tenta acompanhar a repetição existente durante a canção. Gaby Amarantos concorre a Melhor Artista do Ano, Melhor Clipe do Ano, Melhor Capa e Revelação. Leia nossa resenha de Xirley.

Agridoce Dançando

Mais uma vez, Pitty se vê como destaque na premiação VMB, mas agora não como nos anos anteriores. Em 2012, a cantora, junto de seu guitarrista Martin, foi indicada graças ao belo som de seu novo projeto, Agridoce. A dupla, que começou em 2011, já estreia com cinco indicações no VMB (Melhor Banda, Melhor Disco, Artista do Ano, Hit do Ano e Melhor Capa) e vem conquistando tanto fãs antigos da Pitty, quanto aqueles que não curtiam muito o som. Agridoce já até tocou na gringa, durante o festival conhecido como SXSW. No clipe Dançando, dirigido pelo fotografo Otávio Sousa, percebemos um ar mais descontraído e apaixonado do que nos projetos passados dos dois. Com luzes fracas, cenários aconchegantes e ambos com roupas confortáveis, as cenas caseiras do processo de gravação do novo disco combinaram perfeitamente com a música e revelam o que a dupla realmente queria desde o começo do projeto: apenas fazer música e se divertir no caminho.

ConeCrewDiretoria – Chama Os Mulekes

ConeCrewDiretoria vem compondo rap desde o ano de 2006, mas a popularidade do grupo só aumentou recentemente. Por culpa de alguns problemas, a estreia do videoclipe Chama Os Mulekes foi adiada e, com certeza, frustrou todos aqueles que lhe aguardavam ansiosamente. No entanto, tenho certeza que os fãs não ficaram decepcionados com o resultado final: uma ótima produção com crítica original à música atual. Papatinho, um dos seis integrantes do grupo, escreveu o roteiro e Toddy Ivon comandou a direção do clipe. Ambos se inspiraram em filmes de mafiosos e gangues para montar a crítica de uma maneira legal. O que assistimos no começo do vídeo é o que quase sempre vemos em filmes que envolvem tráfico de drogas, só que desta vez  a mercadoria discutida é a música. Os personagens dão um ar de filme sobre mafiosos ao clipe, reclamando e insistindo que precisam de algo novo na mercadoria, porque hoje : “Só tem porcaria!” Debocham de músicos como Justin Bieber, Luan Santana e Backstreet Boys. No final, indicam o grupo ConeCrewDiretoria, apadrinhados de Marcelo D2,  como solução. O clipe é super bem produzido e tem participação de outros nomes da música, como Tico Santa Cruz, Jacksom e Ramioro.  Tem duração de 10 minutos e, mesmo assim, já conseguiu mais de 4 milhões de visualizações. Não é à toa que o vídeo concorre a Melhor Clipe do Ano. O grupo está chocado e extremamente feliz com o resultado de muito trabalho e esforço. Indicado também a Hit do Ano, Melhor Banda e Revelação.

Mallu Magalhães – Velha e Louca

Aquela imagem de garota estranha sumiu junto da popularidade da rede social MySpace, site que ajudou Mallu Magalhães a começar sua carreira aos 16 anos de idade. Ela, agora aos 19, quer mostrar o quanto amadureceu daqueles tempos pra cá e diz que a canção Velha e Louca é perfeita para o trabalho.  Com direção de Paulo Gandra, Mallu dança em cima de um arranha-céu na cidade de São Paulo com um look bem anos 60/70. Aquele jeitinho sem jeito e desengonçada da menina ainda existe, mas não seria Mallu sem ele. O cenário urbano tem o objetivo de simbolizar a liberdade e deixa com a música o papel de relaxar. A letra da canção tomou o papel de contar a história e deixou que o vídeo fosse apenas da jovem dançando cantando e mostrando ao Brasil como não é mais aquela garotinha de antes. No VMB 2012, ela concorre a Melhor Artista Feminino, Clipe do Ano, Melhor Música, Melhor Disco e Artista do Ano. Confira nossa resenha para Velha e Louca.

Marisa Monte – Ainda Bem

Marisa Monte é um ícone importante para a música brasileira. A cantora tem em seu currículo sete vitórias no VMB, ganhando o título de segunda mulher com mais estátuas na premiação, além de várias outras conquistas, como por exemplo três Grammy Latinos. Neste ano, Marisa tem chance de levar para casa cinco prêmios, sendo indicada para Melhor Artista Feminino, Clipe do Ano, Melhor Disco, Artista do Ano e Melhor Capa. O clipe para a música Ainda Bem tem uma participação um tanto quanto inesperada: Anderson Silva, famoso lutador de MMA, aparece como par de dança da moça. A cantora queria alguém que amasse dançar no clipe, mas alguém que não fosse um profissional. Acabou convidando o lutador, que aceitou gentilmente o convite. Anderson admitiu que estava tão nervoso no dia de gravação que quase derrubou Marisa em vários momentos, sem contar as inúmeras vezes que pisou no pé da cantora. Ambos disseram ter se divertido durante o trabalho e ficaram satisfeitos com o resultado. O vídeo é inteiro em preto e branco com um fundo infinito e a dança tem objetivo de mostrar o contraste entre força e delicadeza, peso e leveza. Fez muito sucesso pelo fato de ter o lutador como dançarino e ser um clipe de Marisa Monte, pois não tem nada de muito inovador. Confira nossa resenha de Ainda Bem.

Emicida – Zica, Vai Lá

Emicida ainda não lançou um álbum completo até hoje e mesmo assim pode ser considerado uma das maiores revelações do hip hop brasileiro. Todas suas músicas foram lançadas de forma independente e estavam disponíveis para download na Internet. Zica, Vai Lá foi lançada nesse ano e o vídeo (bancado pela RedBull) foi dirigido por Fred Ouro Preto, mesmo diretor que ajudou o rapper a conquistar os prêmios de Clipe do Ano e Artista do Ano em 2011. O vídeo foi inspirado no filme O Grande Dragão Branco e outros filmes antigos de kung fu, trazendo Neymar, que é citado durante o rap, como um grande mestre das artes marciais. O vídeo tem participação de Kamau, Projota (que concorre a Melhor Artista Masculino, Revelação e Hit do Ano), Rashid (Revelação e Hit do Ano), Rael da Rima e Gaby Amarantos. Clipe com muito humor e boa qualidade. Emicida está concorrendo a Melhor Artista Masculino, Clipe do Ano, Melhor Música, Artista do Ano e Hit do Ano. Leia mais sobre o videoclipe na resenha de Zica, Vai lá.

Vanguart – Mi Vida Eres Tu

A banda vinda de Cuiabá estreia com o maior número de indicações ao VMB, concorrendo a Melhor Banda, Clipe do Ano, Melhor Música, Melhor Disco, Artista do Ano e Melhor Capa! Vanguart começou tocando em festivais pequenos e espalhando suas músicas da melhor maneira possível. O clipe de Mi Vida Eres Tu foi dirigido pelo talentoso Ricardo Spencer, que já conquistou prêmios para outros artistas, como por exemplo, a cantora Pitty. A banda conheceu o diretor no ano de 2006 e logo começaram a criar planos para trabalharem juntos, mas somente no fim do ano passado conseguiram fazer isto acontecer. Criaram a ideia da história de um garoto desejando amadurecer logo e durante o clipe revelam sua fantasia de viver a vida adulta, ou mais especificamente, a vida de um beatnik, estereótipo criado nos anos 50. O menino faz referência ao personagem Henry Chinaski do filme Barfly, lançado em 1988.  Com um refrão em espanhol e um ritmo quase pop brega, você vai se divertir assistindo ao vídeo. Fato curioso: sabe a gangue que tenta pegar o garoto no final do clipe? O pai verdadeiro do menino está no meio. O nome dele é Quique Brown, guitarrista e vocalista da banda Leptospirose. Confira nossa resenha de Mi Vida Eres Tu.

Shuffle

"Amálgama" é a nova de Phillip Long
Prestes a lançar seu primeiro EP só com músicas em português, o músico paulista nos deu mais uma prévia de "Sobre Estar Vivo" com sua bela faixa de abertura
Cinco Sotaques da Música Brasileira Atual
Fizemos uma lista com alguns músicos que utilizam o regionalismo em sua fala como um instrumento a mais em sua sonoridade, como a recifense Karina Buhr
Justin Timberlake - TKO
Um relacionamento que já não dá mais certo é interrompido drasticamente pela personagem da atriz Riley Keough em uma produção grandiosa para uma história tão bobinha

Curtiu? Comente!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.