Alt-J – Left Hand Free (Versão 2)

alt-j-left-hand-free-versao-2

Alt-J parece ser uma banda bem insatisfeita. Primeiro, deixou o triângulo no nome de lado (o que dá pra entender, já que era difícil de digitar e imprimir pra muita gente, imagino). Daí, Every Other Freckle ganhou um “clipe duplo” e Fitzpleasure recebeu não só um, mas dois vídeos. E agora foi a vez de Left Hand Free receber um segundo tratamento nas telas.

Se o videoclipe anterior mostrava um grupo de jovens se divertindo em um dia de verão, este faz a mesma coisa, mas troque o lago por uma piscina em uma pequena mansão e coloque alguns seguranças em volta. Não é uma situação qualquer e, se não nos é explicado o que está acontecendo exatamente, já sentimos logo de cara que algo está pra acontecer.

A faixa tem uma tensão interessante mesmo, algo que sabe quando extravasar e quando se conter, daí mostrar um pessoal com pouca roupa e muitos hormônios em atividade ser uma boa ideia, principalmente com o recurso da câmera lenta. E ainda o fator surpresa no curto clímax antes do fim, que nos lembra que a banda, mesmo que insatisfeita, não está pra brincadeira quando o assunto é causar impressão.

A direção é de Scott Cudmore e Michael Leblanc.

Avaliação MP:  4/5 ★★★★☆ 

Curta mais de Alt-J no Música Pavê

Shuffle

Caetano Veloso - A Bossa Nova É Foda
Um dos maiores mestres da música brasileira reproduz em vídeo a estética da capa de seu álbum "Abraçaço" em um reflexo da liberdade artística e maturidade que vemos em sua música
Brandon Flowers - Still Want You
Segundo álbum solo do músico, "The Desired Effect", ganha seu segundo videoclipe, uma produção convencional que sabe comunicar o clima leve e divertido da faixa
Sia - Fire Meet Gasoline
Heidi Klum e Pedro Pascal ("Game of Thrones") fazem par romântico em vídeo que, mesmo sem inovar em nenhum aspecto, consegue construir seu espaço na memória do espectador

Curtiu? Comente!

Comments are closed.

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.