Elliott Smith: Passado a Limpo (Playlist)

Elliott Smith paira sobre toda uma geração de músicos ou como referência direta, ou em citações de “favoritos” – o que não é à toa, visto que o artista estadunidense é dono de uma discografia ótima, ainda que breve, que se estende para além de seu falecimento em 2003.

Seja em voz e violão, ou acompanhado de outros timbres, sua melancolia brilha em canções de arranjos fascinantes, letras impactantes e uma aura sensível que ilustra as conturbações mentais que Elliott enfrentou durante a vida, e que podem tê-lo levado à morte (nunca foi concluído se seu falecimento foi suicida ou não).

Indicado ao Oscar de Melhor Canção por Miss Misery (do ótimo Gênio Indomável) em 1998, Smith teve sua popularidade ampliada para além de um cenário alternativo, o que garantiu também que seu nome seja repetido até hoje. E é com “liberdade poética” que esta playlist Passado a Limpo se dá o direito de conter duas faixas a mais do que as doze músicas das edições anteriores, pela enorme dificuldade de fechar apenas uma dúzia de selecionadas.

Eis então a lista com uma breve apresentação da obra de Elliott Smith ao leitor do Música Pavê. Aconselhamos ouvi-la na ordem exata, mas fique à vontade para escutar do seu jeito.

Curta o Passado a Limpo também de: Lauryn Hill | Sufjan Stevens | Los Hermanos | Paralamas do Sucesso

Shuffle

Curtiu? Comente!

Comments are closed.

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.

Contato

fale@musicapave.com