Tudo Sobre Bombay Bicycle Club

Bombay Bicycle Club é formado por quatro jovens amigos londrinos situados no belo e culturalmente efervescente bairro de Crouch End, na região norte de Londres.

Os primeiros passos da banda foram dados bem precocemente, quando Jack Steadam (vocais, violão), Jamie MacColl (guitarras) e Suren de Saram (bateria) tinham apenas 15 anos. Apelidados de The Canals, fizeram alguns shows até Ed Nash (baixo) completar a formação atual em 2006. Curiosamente, o nome “Bombay Bicycle Club vem de uma rede de restaurantes de comida indiana na Grã-Bretanha.

Pode-se dizer que a influência indiana no nome também indica e afeta diretamente o  diversificado norte musical da banda. Eles produzem um ótimo indie rock, porém não abrindo mão e  flertando sempre com o folk, ritmos como o reggae e até o samba – a banda apresentou a ótima Always Like This no festival Glastonbury de 2010 com uma escola de samba (veja abaixo).

E o que se espera dessa miscelânia de sonoridades é a reprodução em todas as músicas de uma atmosfera alegre, por vezes silenciosa, melancólica e enérgica diante de fatos banais de nossas vidas.

A discografia do Bombay Bicycle Club é relativamente curta, mas não menos merecedora de atenção. Ela segue uma agradável regularidade de um lançamento por ano e é composta por três álbuns: I Had The Blues But I Shook Them Loose (2009), Flaws (2010) e o atual e ótimo A Different Kind of Fix (2011), todos assinados pela Island Records.

Seu debut  foi muito bem recebido pelo público britânico e garantiu o reconhecimento de grandes veículos especializados da cena independente como a revista NME e o prêmio de revelação em 2010 pela mesma. O álbum é todo trabalhado nas guitarras mais carregadas, proporcionando uma experiência de um rock dançante e até experimental. No segundo disco, as guitarras estão em segundo plano e toda a agitação é abandonada, dando lugar a arranjos acústicos, predominância de influências do folk e letras muito bem escritas. Vale ressaltar a parceria e o trabalho de backing vocal de Lucy Rose, cantora britânica de voz extremamente doce, que começou nessa época.

Em 2011, o Bombay Bicycle Club acerta com A Different Kind of Fix. O nome do disco pode sugerir um “conserto feliz”, uma “resposta” àqueles que não apreciaram Flaws. Nesse álbum, o trabalho da banda apresentou-se de forma mais consistente, utilizando mais recursos para reinventar-se. Em faixas como How Can You Swallow So Much Sleep e Bad Timing transparecem a tentativa da banda de transmitir uma musicalidade mais viajante, dreamy, como em Leave It, com uma voz ecoando e refrão hipnotizante alertando para ação no plano do subconsciente. Shuffle é um convite para um novo olhar da vida, os sentidos que deixamos de perceber com piano ao fundo. Outra decisão acertada foi manter a doce voz folk de Lucy Rose em Lights Out, Words Gone e em Still. Outro detalhe é como a própria capa do disco parece já nos apresentar todas as esferas sensoriais de uma forma nova, musicalmente diferente.

Lights Out, Words Gone (videoclipe)

O Bombay Bicycle Club esteve muito em evidência em terras tupiniquins em 2011, pois fizeram três grandes shows no eixo Rio-São Paulo.

Conhecidos por seus lives animados, cheios de energia principalmente por parte de Jack Steadam, a banda não fez feio em nenhuma das três apresentações.(Se apresentaram no Beco203 em São Paulo e no Teatro Odisséia no Rio). Convidados de última hora para o Planeta Terra, foram um dos destaques do Claro Indie Stage e agradaram os poucos (mas fiéis) fãs que cantaram junto. Confira a performance de Shuffle no festival:

Para finalizar 2011, que foi um ótimo período para o Bombay Bicycle Club, eles gravaram uma cover de Video Games da Lana Del Rey, deixando a música com sua cara e mostrando o quando eles estão em sintonia com a atualidade. E com um novo ano prestes a começar, já ficamos ansiosos para ver o que eles farão em 2012. Estamos de olho.

Video Games (só áudio)

Shuffle

Zebra Zebra fará um clipe ótimo com a nossa ajuda
A banda de Santos (SP) está com um projeto no Catarse para arrecadar a verba da produção de Bonita, seu mais novo clipe. Quem colaborar vai ganhar vários brindes bem legais e a certeza de mais uma ótima obra na videografia deles
Nevilton - Tempos de Maracujá
Clipe surpreende ao mostrar uma boa orquestração de pequenos detalhes e surpresas que acontecem ao longo de uma trabalhosa coreografia dos atores para interpretar uma contagem regressiva
Cat Power - Manhattan
A artista faz ode à famosa ilha em Nova York em um clipe co-dirigido pela própria Chan Marshall em parceria com Greg Hunt que mostra a cidade sob uma perspectiva mais íntima

Curtiu? Comente!

One Comment on “Tudo Sobre Bombay Bicycle Club

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.

Contato

fale@musicapave.com