Sobre Ver Tiago Iorc no Cinema

tiago-iorc-troco-likes-ao-vivo-cinema-critica

Gravado em Belém, Troco Likes Ao Vivo é o filme (ou, como diríamos há poucos anos, “DVD”) que mostra um show de  Tiago Iorc para quem nunca foi a um ou para quem deseja rever como é sua apresentação no palco. Com exibições entre os dias 27 e 29 de setembro em cinemas da rede Cinemark de catorze cidades brasileiras, a obra foi vista pelo Música Pavê em sua pré-estreia em São Paulo.

Foi fácil notar que o objetivo da produção foi cumprido, sim: fazer com que a gente se sentisse lá – dava até vontade de aplaudir a música no final -, com um alto grau de intimidade com o cantor pelos quadros fechados da câmera em cima do palco. E vê-lo cantar, não só ouvi-lo, revela uma beleza das músicas que o CD nem sempre consegue passar com tanta eficácia.

A proposta inusitada e ousada da gravação com pouquíssimos cortes (com destaque para um momento lúdico no meio da narrativa) acertou por essas finalidades, embora mostre-se um pouco cansativa pela monotemática – é  apenas Tiago no palco com os fãs ao redor, com o mesmo figurino e cabelo preso que tanto vimos nos últimos anos -, principalmente no ambiente do cinema, que não permite distrações.

É claro que a duração do filme não será suficiente para os fãs mais fervorosos. O público comum, no entanto, tem grandes chances de ficar em cima do muro, atraído pela beleza das músicas e desencorajado pelo formato. Vale pelas versões em voz e violão de algumas das melhores músicas que Iorc já fez, com direito a uma breve e interessante introdução, como um pequeno documentário de bastidores do show que antecede as músicas e situa melhor o espectador no universo de Troco Likes.

Curta mais de Tiago Iorc no Música Pavê

Shuffle

Cinco Hits Pop de 2012
Sabe aquelas músicas que percebemos que estamos cantarolando o refrão, mas não sabemos como foi que aprendemos? Gotye e Kimbra são alguns dos culpados por situações assim
De Terráqueos a Marcianos: Capítulo Um
"Música Apenas com Acordes": Conheça o World Project, organizado pelo paulista Guilherme Bonatto e que reúne músicos espalhados pelo mundo que tem em comum a Internet e o amor pela arte
Que tal sua banda avançar três (ou mais) anos de carreira?
Sua banda independente pode sair de onde está e avançar muitas, mas muitas casas no tabuleiro do jogo da indústria cultural com um concurso que te levará para um dos maiores festivais do mundo

Curtiu? Comente!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.