Na Companhia de Gal Costa

A voz de Gal Costa entrou na minha vida através da voz da minha mãe. Passei boa parte da infância em longas viagens de carro e Gal junto ao Fagner, ao Jorge Ben e ao Roberto Carlos sempre estiveram presentes nas mixtapes que serviam de trilha para essas viagens. Toda vez que a sua voz invadia o espaço, minha mãe começava a tecer comentários elogiosos sobre a voz poderosa,  a doçura, sua qualidade como intérprete e a performance no palco.Tudo isso ficou gravado em mim, e foi assim que eu aprendi a gostar da Gal. É a voz que desperta as lembranças de viagens pelo Nordeste, da minha infância no interior do Ceará, mas também que é a trilha para declarações de amor, ou para sofrer mesmo, ou simplesmente para me acompanhar dando ritmo ao dia.

Nos últimos anos, Gal Costa esteve confortável sentada em seu trono de grande diva da MPB. Seu penúltimo disco, Hoje, já trouxe algum frescor a sua discografia, mas Gal ainda parecia acomodada, com a voz relaxada e um tanto indisposta, com uma postura e um repertório que pareciam nunca se renovar.

Com o disco Recanto, Caetano Veloso vem tirá-la desse marasmo e fazer essa “mulher sagrada” despertar. Ao encaixá-la em seu projeto eletrônico, ele recupera a versatilidade de Gal como cantora e mostra que ainda é possível se renovar depois de 47 anos de carreira.

Gal sempre se moldou a quem estava ao seu redor.  Aqui vai uma seleção de 5 músicas que mostram diferentes fases de sua carreira e como ela emprestava a sua voz a uma estética que estava muito mais ligada aos seus produtores.

Coração Vagabundo
Em uma vibe bem João Gilberto, essa música faz parte do primeiro LP de Gal e Caetano, Domingo. Lançado em 1967, o disco produzido por Dori Caymmi trazia os baianos fazendo releitura de sambas e marchas de carnaval, além de composições de próprio Caetano.

Vapor Barato
Música de Waly Salomão e Jards Macalé apresentada pela primeira vez no Fa-Tal, mas em uma versão mais acústica, relançada recentemente em uma coletânea de raridades, essa versão mais roqueira se aproxima exatamente da estética dos músicos que a cercavam (Waly Salomão, Jards Macalé, Lanny Gordin, Rogério Duprat…).

Estrada do Sol
Música de Tom Jobim e Dolores Duran gravada no Gal Tropical. O disco produzido por Guilherme Araújo afastou Gal da imagem hippie, dando ares mais sofisticados para sua performance.


Nuvem Negra
Essa música do Djavan faz parte do disco Sorriso de Gato de Alice, produzido por Arto Lindsay. O disco se destaca por ser um grande acerto na produção irregular da Gal durante os anos 90.

Miami Maculelê
Talvez essa seja a faixa mais polêmica do Recanto. Quem imaginaria Gal cantando um funk e Caetano de MC? Usei essa música em uma festa e não reconheceram a Gal, só elogiaram muito a música. É interessante pensar esse disco como o lugar para onde o Caetano seguiria depois do Zii e Zie. Gal se encaixa bem no projeto eletrônico, sua maior característica é essa capacidade de ser fluída.

Shuffle

Foals - Bad Habit
O diretor Nabil contou no vídeo uma história de obsessão vivida pelo vocalista da banda, que percorre um deserto atrás de sua paixão para, ao final, nos perguntarmos se tudo valeu a pena
The xx - Say Something Loving
Banda continua promoção de "I See You" com mais um videoclipe comandado por Alasdair McLellan, novamente trazendo a cultura juvenil para perto, agora sob estética do clipe antigo
Weezer - Feels Like Summer
Vídeo simples sabe aproveitar o formato de animação para criar uma narrativa lúdica sem limites, na missão de mostrar ao mundo pela primeira vez esta nova música do quarteto

Curtiu? Comente!

3 Comments on “Na Companhia de Gal Costa

  1. Belíssima viagem, Darwin. Gosto de ver o quanto ela parece não ter medo de se reinventar e sabe sempre ser relevante pra época.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.

Contato

fale@musicapave.com