Fresno e Scalene – Encontro de Gerações

fresno-scalene

(foto: Reizera)

Em meio a tantos blocos de rua que celebravam a chegada do carnaval em São Paulo, o domingo (31) reservou um momento para quem gosta de rock. Scalene e Fresno dividiram o palco e o público de um Carioca Club lotado, comprovando mais uma vez que a capital paulista tem espaço para todos.

Foi o encontro de gerações de uma nova safra com uma não tão velha assim do rock brasileiro. E, apesar do tempo que os separam, alguns pontos aproximam Scalene e Fresno: o público e a forma com que ambos trabalham.

Se hoje a banda de Brasília possui contrato com o selo slap e os gaúchos trabalham de maneira independente, os papéis já foram inversos. Contudo, a ordem dos fatores não altera o resultado: uma cena fortalecida. A tal cena – termo tão usado nos dias de hoje – só se faz presente pelo papel que cada um faz, individualmente e coletivamente.

A relação das bandas e do público é muito próxima, assim como a de um grupo com o outro. E aqui não digo apenas dos dois protagonistas da noite – Supercombo, Far From Alaska, Medulla, Inky e Versalle estavam por lá prestigiando o evento, por exemplo. A relação é horizontal, o que torna o fato de atingirem o mesmo público uma consequência. Assim está formada uma cena.

No palco, Scalene e Fresno não possuem a mesma sonoridade – embora tenham alguns aspectos similares. Entretanto, ambas pareciam buscar a mesma coisa, a mesma voz que, por muitas vezes, ecoou como uma só no Carioca Club, entoando músicas de um ou dez anos atrás.

Portanto, se você gosta de rock, este é um dos melhores momentos para sair de casa e ir ver um show ao vivo.

Curta mais de Fresno e de Scalene no Música Pavê

Shuffle

Cover: Alex Clare canta Etta James
Novo destaque da música inglesa mostra sua versão para balada de 1989
Entrevista: The Outside Dog
Pedro Gama e Rafael Elfe (o novo vocalista da banda) nos contaram sobre seu novo EP, "Outros Caminhos - Parte 1" (o primeiro de três discos) e a nova fase do grupo
Kasabian - bumblebeee
Isso não é um clipe qualquer de banda no estúdio cantando para a câmera! O grupo britânico caprichou na hora de mostrar o lado mais agressivo da música em um vídeo muito interessante

Curtiu? Comente!

Comments are closed.

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.

Contato

fale@musicapave.com