Cover: Yo La Tengo canta The Cure

yo-la-tengo

Friday I’m in Love é daquelas músicas que todo mundo conhece e a grande maioria curte – também, trata-se de um “clássico” absoluto do rock britânico e uma das frases que mais se consolidaram no repertório popular nas últimas duas décadas. Daí essa ter sido a música escolhida pelo trio norte-americano Yo La Tengo para divulgar seu álbum Stuff Like That There, um lançamento apenas de covers, como esta da banda The Cure.

Com sua marca registrada – aquele rock altenativo de arranjos caprichados e uma maturidade (no duplo sentido) explícita -, a banda sabe respeitar a melodia e a letra tão conhecidas e entregar uma experiência nova para a música.

Ela foi lançada em 1992 como o segundo single do álbum Wish e permanece até hoje como uma das composições mais icônicas da banda de Robert Smith. Presente em diversas coletâneas, playlists e afins, a faixa ganha agora mais um fôlego ao ser propagada com o vocal de Georgia Hubley.

A nova versão ganhou também um clipe, Jason Woliner. Vale a pena vê-lo.

Yo La Tengo – Friday I’m in Love

The Cure – Friday I’m in Love

Curta mais de: CoversYo La TengoThe Cure

Shuffle

Resumo da Semana: 26-30/03
Enquanto a ansiedade para o Lollapalooza SP aperta, várias bandas - principalmente brasileiras - lançaram clipes e discos que merecem muito nossa atenção. Confira aqui o que foi destaque nos últimos dias no Música Pavê e em outras fontes de conteúdo ...
Não Acredite em Músicos
No Dia da Mentira, desmascaramos os artistas que nos seduzem com palavras de identificação em suas canções e damos a dica: duvide se um deles te fizer se sentir assim
The Last Shadow Puppets - Is This What You Wanted
Alex Turner rouba a cena em uma interpretação inspirada pelo rock grandioso em um plano sequência que capricha na direção de arte e fotografia para satisfazer os fãs e não-fãs

Curtiu? Comente!

Comments are closed.

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.