Cover: The Cleverlys faz versões bluegrass para músicas pop

The Cleverlys é uma banda composta por cinco membros da família que compartilham o mesmo sobrenome (que, logicamente, batizou a banda), mas também dividem a tradição bluegrass. Esse gênero é uma variação do country de raiz, criado por imigrantes britânicos nos Estados Unidos no início do século 20, com um som bem caipira e rebuscado.

O grupo vem ganhando reconhecimento dentro e fora de sua terra natal principalmente por suas versões bem humoradas de canções pop, que vão desde Katy Perry, com I Kissed a Girl, ao dueto de Travie McCoy com Bruno Mars, Billionaire. Em suas releituras, o notável sotaque caipira do Arkansas e o banjo são o suficiente para as músicas soarem totalmente diferentes sem perder suas características principais. Os mais atentos vão perceber também que alguns versos são trocados por expressões típicas e gírias do interior americano. Confira algumas dessas covers abaixo.

Katy Perry – I Kissed a Girl

Black Eyed Peas – I Gotta Feelin’

Shaggy – Angel

Travie McCoy & Bruno Mars – Billionaire

Beyoncé – Single Ladies

Veja mais versões cover no Música Pavê

Shuffle

Sinta o Pulso: Phoenix - Lisztomania
"Não deu nem tempo de influenciar-me por outras músicas de Phoenix. Repeti Lisztomania somente." Anna Rinaldi comenta a agradável dicotomia de ouvir o pop-cardíaco da banda em versões acústicas
Cinco Provas de que 2012 Foi de Tulipa Ruiz
Com sua graça, singularidade e nome de flor, a artista mostra que é uma cantora que veio para ficar e que sabe como poucos instigar o seu público com verdadeiras jóias cantadas. O ano foi dela
Música Pavê no Rock in Rio 2013
A convite da Heineken, comparecemos ao festival e assistimos a shows, como o de Beyoncé, diretamente do Lounge exclusivo cheio de celebridades. Nada mal, hein?

Curtiu? Comente!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.