As 5 Músicas Brasileiras Mais Bonitas de 2011

(Veja também nosso artigo com as 5 Músicas Brasileiras Mais Bonitas de 2012)

Sim, “as mais bonitas”. Não vou falar das melhores por este ou aquele motivo: Vim te contar de cinco canções que encheram 2011 de beleza, cada uma por um motivo. E sabemos que falar do “belo” é falar de subjetividade, então não espere argumentos muito lógicos desta vez, mas tenha certeza que ouvirá composições que tocam naqueles cantinhos da alma que só a arte alcança – e todas cantadas em português. Com vocês, as cinco músicas brasileiras mais bonitas do ano.

Marcelo Camelo – Três Dias

Essa canção surge na segunda metade de Toque Dela com letra e melodia otimistas, envoltas naquela melancolia que Camelo interpreta tão bem. Se você ficar sozinho, pega a solidão e dança”, aconselha o músico que “sambou bem a dois por si” em 2003 com o Los Hermanos e chegou em 2011 sabendo compor uma música que abraça o ouvinte em seus dois minutos finais, só no instrumental, e consegue ser mais humana e sensível do que a grande maioria das letras que consideramos “boas”. Veja mais de Marcelo Camelo.

Cícero – Vagalumes Cegos

Se Tempo de Pipa te deixa curioso para ouvir o disco Canções de Apartamento, é essa canção (a segunda faixa do CD) que cativa de vez o ouvinte. O músico canta baixinho, quase sussurrando, sobre “esses dias cheios”, “meio emperrados entre o meio e o fim” e faz o convite definitivo para uma vida melhor: “Vamos ver um filme, ter dois filhos, ir ao parque, discutir Caetano, planejar bobagens e morrer de rir”. Perfeita para ser ouvida em meio à correria de sempre, na esperança de uma tranquilidade mais frequente na vida. Veja mais de Cícero.

Mallu – Sambinha Bom

Por mais curioso que seja colocar Mallu e Camelo na mesma lista, foi difícil não incluir por aqui essa faixa de seu mais recente disco, Pitanga. Metalinguística, ela já começa argumentando: “Sambinha bom é esse que te traz de volta, que é só tocar e logo você quer voltar” e “Sambinha bom é esse que tem pouca nota, que é só tocar e logo você quer cantar” – com pianinho, batuquinho e o vocal maduramente doce da cantora. Sorriso instantâneo desde a primeira audição. Veja mais de Mallu Magalhães.

Quarto Negro – Vesânia II (Delírio Mútuo)

O clímax do disco Desconocidos traz um delírio febril representado pelas faixas Vesânia I (Cabo Horn) e  essa sua segunda parte. O clima meio onírico acompanha o lamento tão íntimo de um relacionamento falido (“Eu ainda sinto sua ausência, eu ainda sinto você nos meus braços”), com confissões esperançosas (“E a agonia de ficar sempre aqui? Me leva pra qualquer lugar, pois mesmo sóbrio me entrego fácil”), ritmo incostante e troca de palavras na hora de repetir o refrão, culpa da febre e do desespero, e conclui por fim: “Não é comum, mas a gente continua. Nossos filhos; Nossa casa; Nós dois, também. Sozinhos”. Intimamente perturbador e belo. Veja mais de Quarto Negro.

Bruno Batista – Bonita

Há cinco meses, eu afirmei: “Bruno Batista já lançou a música mais bonita de 2011” e não mudei nem um pouco de ideia. Bonita aproveita a habilidade que a música brasileira tem de converter melancolia em belos versos e melodias, daqueles capazes de mexer com as estruturas dos corações mais gélidos. “E se a felicidade é tão vizinha, por que há tanto não vem pra um chá?”, indaga o clímax da música logo antes do refrão, enquanto a interpretação do músico e o instrumental conduzem o ouvinte a um mergulho sensorial em que não importa o seu grau de identificação com a música, você é capaz de se apoderar dela e sentir na pele o que ela canta. É bonita (é bonita e é bonita). Veja mais de Bruno Batista.

(Veja também nosso artigo com as 5 Músicas Brasileiras Mais Bonitas de 2012)

E curta mais listas 5 +, a nova seção do Música Pavê

Shuffle

Rafael Damasceno: MPB e Samba no disco de estreia

O músico baiano, que recente lançou seu homônimo primeiro álbum, nos contou sobre este início de carreira e suas influências, que vão desde Los Hermanos até Martinho da Vila

All Folks Fest 5

A quinta edição do festival paulista dedicado ao gênero se fantasiou de festa junina e trouxe The Outside Dog, Benjamin e a banda mineira O Berço, pela primeira vez em São Paulo

Cover: Baleia canta Vinicius de Moraes

Como parte do especial "Mais Vinicius, Por Favor", banda resgata um significado na poesia de "Sei Lá (A Vida Tem Sempre Razão" que não pode ser perdido ou ignorado

Curtiu? Comente!

13 Comments on “As 5 Músicas Brasileiras Mais Bonitas de 2011

  1. A lista ficou ótima, mas na minha opinião Agridoce da Pitty tinha que estar dentro dessas top 5

  2. Já afirmo que “Bonita” e “Vagalumes Cegos” também vão estar entre as mais bonitas da década.
    Bora esperar pra confirmar!

  3. Também voto a favor de Agridoce, da Pitty! Para mim, o projeto da cantora ficou muito melhor do que o novo CD da Mallu (não mais Magalhães… rs).

  4. o disco da pitty ficou pééééssimo! chato e batido! não dá pra ouvir mais de uma vez!

  5. Pingback: Mallu Magalhães – Sambinha Bom : Música Pavê

  6. Olha, adorei as músicas antes sequer de as ouvir porque… Sinceramente, seus comentários são de uma doçura e ao mesmo tempo de uma paixão, toca a gente de uma forma tão bela, tão terna que seria impossível não se apaixonar por elas, tamanha a sua poeticidade.

    Foi por acaso que cheguei aqui (minto, não creio em acasos), digitando a frase “Vamos ver”… Aí veio o Cícero, depois a sua lista das 5 melhores músicas de 2011. Obrigada por apresentá-las, vc é excepcional na arte de transmitir belas emoções.

    • Nossa, Ilde, que gostoso receber um comentário desses. Muito obrigado pelo carinho! Espero que goste da lista 2012 também =) Beijos!

      • [sorriso] Você merece “cada uma” das palavras que eu disse.

        E irei conferir a lista de 2012, podexá! ;)

        Bjo!!!

  7. Pingback: As 5 Músicas Brasileiras Mais Bonitas de 2012 : Música Pavê

  8. Muito Bom. Procurava mesmo as “melhores” musicas recentes. Continue postando precisamos.

  9. Pingback: Cinco Músicas Mais Bonitas de 2013 : Música Pavê

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Clipes por estilo

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.