Wes Wilson: Pai dos Pôsteres Psicodélicos

bill-graham-poster

A divulgação para um show mudou muito durante os anos. Com a Internet, isso ficou muito mais fácil e as redes sociais revolucionaram o modo como a divulgação funciona. A notícia se espalha rápido e existem vários jeito de se fazer isso com Instagram, Facebook, Twitter e YouTube. Antigamente, as coisas não eram bem assim. Não existia essa tecnologia que vemos nos dias de hoje e, para divulgar um show, era preciso muito esforço. Os pôsteres eram uma forma de chamar a atenção do público. Os promoters e as bandas saíam pelas ruas divulgando a atração entregando os cartazes nas mãos das pessoas ou colando em qualquer parede que vissem pela frente. Nos anos 60, os designs começaram a se tornar cheio de cores e vida, e, graças a Wes Wilson, o mundo dos pôsteres e divulgação nunca mais foi o mesmo.

Wilson é conhecido como o pai dos pôsteres psicodélicos. Sua carreira começou graças a sua parceria com Bob Car, amigo que possuia grande contato com o movimento beat e que havia inaugurado uma empresa de impressão em seu porão. Não demorou muito para os desenhos de Wes Wilson chamarem atenção, Bill Graham (fundador da casa de show Fillmore Auditorium) e Chet Helms (criador da empresa Family Dog) fizeram questão de contratar o designer. Wes Wilson contou certa vez em entrevista que seu trabalho com Graham era excelente e que havia total controle de seus desenhos. Sua parceria com Helms era um pouco diferente, pois existiam limites na hora da criação, porém gostava de trabalhar com ambos os promotores.

primeiroposterpsicod

Foi graças a um outro amigo que o designer mudou o seu estilo de desenho. Ele entrou em contato com pôsteres feito por Alfred Roller, se inspirou e mudou o rumo dos pôsteres para sempre. Com suas cores vibrantes, letras que formavam desenhos e formas diferentes em cada obra, Wes Wilson se tornou o pioneiro da arte psicodélica na divulgação de shows. A sua arte para um show para o Fillmore Auditorium foi considerado o primeiro pôsteres psicodélico.

Depois de tudo isso: ter ajudado a divulgar os primeiros shows do Trip Festival (festival que mudou a cena musical em San Francisco), ter desenhado para bandas incríveis, feito o design para o último show dos Beatles e feito uma exposição dos seus trabalhos no Springfield Art Museum, Wes Wilson ainda está na ativa. Hoje, ele anda pintando quadros e explorando outras áreas da arte, mas, vira e mexe, ele ajuda em divulgações. Que banda não amaria ter esse designer como parceiro hoje em dia?

posterweswilson6 posterweswilson5 posterweswilson3 posterweswilson2 posterweswilson postersweswilson4 posterbillgraham3 posterbillgraham2 posterbillgraham BeatlesWilson-726x1024

Curta mais de design no Música Pavê

Shuffle

Band of Horses - Knock Knock
Em uma brincadeira com o sistema analógico que utilizou na gravação do novo álbum, banda faz clipe satirizando os documentários antigos sobre a "vida selvagem" feitos para a TV
O Que a Música Pode Fazer Por Você
Nada de narcóticos: nossa viagem é feita por acordes, ritmos e harmonias. Sabe aquela música que começa a tocar do nada e você é transportado para outro tempo e lugar?
BaianaSystem - Invisível
Música nova, apresentada pelo vídeo, deixa claro que a banda de Salvador continua no mesmo espírito de "Duas Cidades", tanto em forma quanto em conteúdo

Curtiu? Comente!

Comments are closed.

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.

Contato

fale@musicapave.com