Exclusivo: Marcelo Perdido mostra capa de “Brasa”

foto por leonardo mascaro

Uma “quadrilogia temporal” é o conceito que Marcelo Perdido deu a uma série de discos iniciada em 2014. Sua conclusão virá em Brasa, álbum que se encontra em financiamento coletivo e cuja capa você conhece agora, com exclusividade no Música Pavê.

Se em Brasa a ideia era trabalhar com dez produtores diferentes, um para cada faixa, sua arte continuou a parceria com o artista Diego Sanches, que ilustrou também os três discos anteriores da série: Lenhador (2014), Inverno (2015) e Bicho (2016).

A nova capa traz novamente não só os quatro personagens das outras três, mas também a mesma estética de pintura que mistura o figurativo e o lúdico sob grande melancolia – algo que os tons quentes da arte para o álbum de 2018 não consegue esconder.

Sobre Brasa, já conhecemos a canção Menina, com participação de Leticia Novaes (Letrux, ex-Letuce) e produção de Mari Romano.

Para conhecer mais sobre o projeto de financiamento coletivo, veja o vídeo abaixo e visite sua página na plataforma Catarse.

Curta mais de Marcelo Perdido no Música Pavê

Shuffle

Curtiu? Comente!

Comments are closed.

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.

Contato

fale@musicapave.com