Cinco Capas de Discos com Crianças

O Dia das Crianças finalmente chegou e o Música Pavê não quer ficar por fora da comemoração. Para não deixar o dia passar em branco, fizemos uma lista de cinco álbuns importantes para o mundo da música com crianças estampadas na capa! Leia a seguir as histórias por trás de cada uma delas

Van Halen – 1984 (1984)

Originalmente, a banda Van Halen tinha planos diferentes para a capa de 1984, mas a artista Margo Nahan recusou o projeto por alegar ser muito complicado desenhar o que desejavam. Precisamos lembrar que naquela época não existia a tecnologia que temos hoje em dia, então o trabalho demoraria muito tempo para ficar pronto. Consequentemente, o marido de Margo entregou o portfólio da moça para a banda dar uma olhada e ver se tinha algum outro desenho que chamava atenção e não demorou muito para o grupo decidir no anjinho inocente com cigarros na mão. Mesmo assim, o trabalho da artista não foi fácil. No dia em que foi tirar fotos do bebê de sua melhor amiga, a criança estava de mal humor e não queria saber de tirar fotos. Por sorte, Nahan havia levado bastante doces, inclusive o cigarro de chocolate. Demorou cerca de uma hora e meia para Margo conseguir fazer a criança ficar confortável perto da câmera fotográfica, mas depois que o loirinho se acostumou, amou ficar fazendo poses com os cigarros de mentira e aquele topete gigante. O filme da câmera até acabou! Por incrível que pareça, a capa do sexto álbum da banda Van Halen é uma fotografia e Margo Nahan apenas adicionou as asas da criança.

U2 – War (1983)

Este álbum foi considerado o primeiro disco político da banda por conter músicas que expressam as consequências, tanto físicas, quanto emocionais de uma guerra. O grupo queria transmitir pela capa o modo como a guerra pode tirar a inocência até mesmo de uma criança. O rostinho jovem estampado na capa de War é de um homem chamado Peter Rowen. Na época em que Peter tirou a foto, seu irmão mais velho era grande amigo do vocalista da banda e, com isso, acabou chamando a atenção do fotografo Ian Finlay e posando não só para a capa de War, mas também para o EP Boy, lançado em 1979. Hoje em dia Peter tem por volta de 38 anos e trabalha como fotografo em Dublin. Ele até trabalhou em algumas turnês da banda pelo mundo. Segundo Rowen, depois que tirou as fotos para a banda e ficou um pouco mais velho, garotas americanas frequentemente ligavam para sua casa querendo conversar. Ele jura que até hoje não sabe como todas elas conseguiram seu número e diz que hoje a única menina que ele está feliz em gostar da foto é a sua filha de 10 anos.

The Who – Meaty Beaty Big Bouncy (1971)

Esta coletânea contém sucessos como Pinball Wizard, My Generation e The Kids Are Alright. Anteriormente, o disco se chamava The Who Look Back e sua capa ilustrava exatamente isso, a banda olhando para a versão criança dos membros pela janela do prédio. Inclusive, uma das crianças presentes na foto se chama Paul Curbishley, irmão mais novo do gerente da banda, Bill Curbishley. As outras crianças na fotografia não foram identificadas até hoje. O prédio visível na fotografia era um pub chamado The Railway Hotel, famoso por ser o local onde Pete Townshend quebrou sua guitarra durante um show pela primeira vez. Infelizmente, o pub pegou fogo em 2000 e foi substituído por quatro prédios, cada um com nome de um dos integrantes da banda britânica.

Placebo – Placebo (1996)

Nem sempre é bom você ser exposto na capa de um álbum extremamente famoso – e David Fox sabe exatamente do que eu estou falando. Infelizmente, quando David tinha apenas 12 anos de idade, seu irmão mais velho morreu e, com isso, vários familiares vieram para sua casa apoiar a família, inclusive um primo fotógrafo que morava em Londres. Ele acabou trazendo consigo todo o seu material de trabalho, ou seja, as câmeras. David acabou tirando algumas fotos fazendo caretas e se divertindo ao ar livre, mas mal sabia ele que sua cara seria vista pelo mundo todo na capa do álbum da banda Placebo. Foi só depois de muito tempo que o jovem recebeu o telefonema de seu primo avisando que havia vendido uma de suas fotos para a banda e foi aí que a vida de Fox mudou completamente. O garoto começou a sofrer bullying pesado na escola, perdeu todos os seus amigos e até mesmo seus professores vinham perguntar porque ele estava na capa de um CD. Em um período de 5 anos, David mudou de colégio 4 vezes, até que um dia não aguentou mais e desistiu da escola. Hoje, David Fox tem 28 anos e está desempregado. A banda está sendo processada por ele, que alega não ter autorizado o uso de sua imagem, sem contar que a foto arruinou a sua vida. Os advogados da banda disseram que o certo seria o jovem processar a gravadora do grupo e não a banda em si. Seria isso só um jeito de ganhar uma grana fácil?

Nirvana – Nevermind (1991)

A capa de Nevermind é uma das mais conhecidas do mundo. Acho que não existe uma alma que não tenha visto a famosa foto do bebê nadando atras de um dólar. O famoso bebezinho na foto se chama Spencer Elden, hoje em dia ele tem 20 anos e trabalha como estagiário no estúdio do artista Shepard Fairey, criador de OBEY. Sabe quanto seus pais ganharam para jogar ele dentro de uma piscina? Duzentos dólares. Kirk Weddle foi contratado pela banda para fotografar a capa do disco do Nirvana e a única coisa que Weddler precisava para terminar o trabalho era um bebê. Foi aí que Spencer apareceu para salvar o dia. O pai dele era amigo próximo de Kirk e deixou que o fotógrafo tirasse fotos de seu filho para a capa do álbum. É claro que Spencer não se machucou durante o processo. Na verdade, ele ficou no máximo dois segundos dentro da água! Seu pai lembrou que se assoprarmos na cara de um bebê ele irá segurar a respiração como reflexo e foi isso mesmo que fizeram com Spencer antes de o colocarem na água. Como Kirk estava tirando 18 imagens por segundo, a sessão de fotos foi extremamente rápida. Hoje, o apelido do jovem é The Baby ou Nirvana Baby e foi somente nisso que a vida de Spencer mudou. Ele nem mesmo conheceu a banda depois de ter aparecido pelado para capa do mais famoso disco deles. O que Spencer tem pra dizer sobre a experiência depois que se acostumou com a ideia? “Muitas pessoas em todo o mundo viram o meu pênis… o que é muito legal!”

Curta mais listas 5+ no Música Pavê

Shuffle

Curtiu? Comente!

2 Comments on “Cinco Capas de Discos com Crianças

  1. Não é meu “cup of tea”, mas recentemente descobriram em Minas Gerais as duas crianças da capa do disco do Clube da Esquina. Acho a música um saco, mas a capa é boa. 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Sobre o site

Feito para quem não se contenta apenas em ouvir a música, mas quer também vê-la, aqui você vai encontrar análises sem preconceitos e com olhar crítico sobre o relacionamento das artes visuais com o mercado fonográfico. Aprenda, informe-se e, principalmente, divirta-se – é pra isso que o Música Pavê existe.

Contato

fale@musicapave.com